Return to site

Secretaria de Educação de São Paulo abre Consulta Pública para Contrato de Impacto Social em Educação no Brasil

SIBHub Brasil

por Isabel Rodrigues

Apesar dos avanços em direção à universalização da educação e ao aumento da aprendizagem dos alunos, é possível afirmar que, dentre todas as etapas da educação básica, o ensino médio se apresenta como a mais crítica. No Estado de São Paulo, 87,2% dos jovens entre 15 a 17 anos estão matriculados na escola em qualquer nível de ensino, dos quais 75,8% estão em idade correta para o ensino médio*, apontando a necessidade de serem estipuladas políticas específicas para permitir uma relação ainda melhor entre a idade e a série de matrícula do aluno. Em relação ao desempenho, o ensino médio paulista apresenta altas taxas de reprovação e índices de aprendizagem aquém das metas estabelecidas pelo Governo do Estado e pela Secretaria Estadual da Educação para 2030.

É nesse sentido que o governo estadual de São Paulo está estruturando o primeiro Contrato de Impacto Social em Educação. A Secretaria Estadual de Educação abriu uma consulta pública para contribuições da sociedade civil na construção do contrato e direcionamento do projeto. O contrato tem por objetivo fortalecer as condições para que estudantes de escolas estaduais de ensino médio, localizadas em regiões vulneráveis da Região Metropolitana de São Paulo, completem o ciclo de aprendizagem do ensino médio com bom desempenho dentro do período esperado de três anos. O custo total do projeto está estimado em R$ 17,7 milhões com duração de 4 anos e meio.

As intervenções deverão seguir dois eixos complementares de atuação: eixo família, focado no engajamento das famílias no cotidiano escolar; e o eixo aluno, focado no engajamento e motivação dos alunos a permanecerem nas escolas e entenderem a importância do aprendizado.

Adicionalmente, esses dois eixos deverão ser plenamente integrados ao planejamento pedagógico e à gestão da escola, em sintonia com as diretrizes adotadas pela Secretaria de Educação e ao projeto Método de Melhoria de Resultados (MMR)¹.

As métricas e metas a serem acompanhadas pelo CIS se dividem em dois grupos:

  1. Indicadores relativos ao fluxo escolar (aprovação, reprovação, evasão e conclusão do ensino médio), cuja meta é o aumento de 7% na proporção de alunos da coorte² que conclui o ensino médio em três anos após o início do acompanhamento da coorte.

  2. Indicadores relativos ao aprendizado do aluno ao longo do ensino médio, cuja meta é ausência de diferença entre rendimento ajustado dos alunos da coorte de escolas de tratamento e controle no Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp), ou outro exame padronizado negociado entre Secretaria Estadual da Educação e prestador de serviço, nas provas de matemática e português.

A Minuta do Edital estará disponível até o dia 12 de dezembro para contribuições na sua construção. Todos os membros da sociedade civil e iniciativa privada podem solicitar esclarecimentos e/ou apresentar críticas, sugestões, opiniões ou proposta de alteração de texto.

Para acessar a notícia e a Minuta do Edital na íntegra, acesse: https://goo.gl/YKf3Nj.

¹ Programa de gestão da aprendizagem cujo objetivo é a melhoria da aprendizagem através da metodologia do PDCA (do inglês "Plan-Do-Check-Act ou Adjust") para organização do planejamento estratégico nas escolas da rede estadual.
² Em termos estatísticos, o “coorte” é o grupo de sujeitos que possuem uma característica em comum.

* Fonte: Instituto de Estudos Econômicos, Sociais e Políticos de São Paulo (IDESP)

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly