Return to site

Londres lança seu contrato focado em crianças e famílias em risco de separação

SIBHub Brasil

por Isabel Rodrigues

Lançado em janeiro de 2018, a nova iniciativa Positive Families Partnerships pretende apoiar 350 famílias em situação de risco de serem separadas através de intervenções terapêuticas.

Anualmente, o Estado gasta entre 20 mil e 300 mil de libras por criança fornecendo algum tipo de suporte às crianças e na busca por lares adotivos ou abrigos especiais. Essas famílias são consideradas vulneráveis porque as crianças ou jovens correm o risco de serem colocadas sob tutela do Estado devido à comportamentos anti-sociais ou histórico de uso de drogas. Apesar desse risco, o governo de Londres reconhece que crianças e adolescentes que são separadas de suas famílias e são colocadas sob tutela do Estado possuem chances mais baixas de serem bem sucedidas na escola, maiores chances de desenvolverem transtornos mentais e têm 50% a mais de chance de não completar o ensino fundamental e não conseguir trabalho.

Tanto as famílias quanto as crianças e jovens terão acesso a programas terapêuticos desenvolvidos para ajudar crianças com problemas comportamentais e dar suporte às famílias com estruturas vulneráveis. Serão oferecidos dois tipos de terapia - Terapia Multissistêmica e Terapia Familiar Funcional - e a iniciativa utilizará três parceiros de fornecimento especializados, que coletivamente trarão décadas de experiência na implementação de programas baseados em evidências em todo o Reino Unido: Family Psychology Mutual, Family Action e Southwest London e o St George's Mental Health NHS Trust.

O projeto foi desenvolvido com o apoio de cinco bairros, Tower Hamlets, Bexley, Merton, Newham e Borough of Sutton, sendo o último o responsável pelo gerenciamento do programa. A Positive Families Partnership se beneficiará do suporte de gerenciamento da Social Finance UK e da Bridges Fund Management, com a última fornecendo também mais de 4,5 milhões de libras para cobrir os custos iniciais do programa por meio de um vínculo de impacto social. O Big Lottery Fund também será um dos financiadores do programa.

As autoridades locais só pagarão os investimento inicial caso as metas sejam alcançadas, isto é, onde crianças e jovens conseguem permanecer em casa com suas famílias e não em caso de cuidados, os cinco bairros concordaram em pagar aos investidores até 10 milhões de libras. Além disso, o projeto mobilizará 5 milhões de libras em dinheiro e, na medida em que os resultados são atingidos conforme a mensuração feita por um avaliador externo, os cinco bairros irão reembolsar os investidores em até 10 milhões de libras. Eles irão pagar 214 libras por cada semana que um jovem passa fora do sistema de atendimento oferecido pelo Estado.

Para ler a notícia na íntegra, acesse: https://bit.ly/2sk90UW; https://bit.ly/2GYDdho

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly